Pró-Cardíaco Curitiba

Menu principal

Banner
Cadastre-se e receba newsletter
Nome:
E-mail:

 
 

Teste Ergometrico

 

O teste de esforço ou teste ergométrico  é o registro da atividade elétrica do coração durante o esforço físico. Além dos achados do eletrocardiograma durante o esforço, este teste permite ainda avaliar o comportamento da pressão arterial, os sintomas do paciente e a sua aptidão física.

Em relação as doenças cardiovasculares, o teste de esforço é utilizado para o diagnóstico, avaliação do tratamento ou estimativa de complicações futuras (prognóstico).Na grande maioria dos casos, o teste de esforço é realizado com esteira , no entanto , a bicicleta também poderá ser utilizada . O teste de esforço pode ser parte integrante de outros exames como a cintilografia de perfusão  miocárdica , o ecocardiograma de estresse e a ergoespirometria.  

 

Orientações antes do exame

- O paciente deverá realizar uma refeição leve , no mínimo duas horas antes do exame . Deverá comparecer ao local com roupa apropriada para a prática de exercício físico (short , moleton , tenis , etc...). Mulheres deverão comparecer ao local do exame com sutiã. Nos homens  , poderá ser necessária a raspagem dos pelos do tórax (tricotomia).

- Os medicamentos de uso contínuo poderão ou não ser suspensos , de acordo com a finalidade do exame (para diagnóstico ou para avaliação do tratamento).Em caso de dúvida , consulte o médico solicitante do exame. Caso seja necessária a suspensão dos medicamentos , o tempo desta suspensão poderá variar de 1 até 30 dias , dependendo do medicamento. Geralmente o médico solicitante ou mesmo a secretária do local aonde será realizado o teste , poderá orientar o paciente neste aspecto .

 

Lista de Medicamentos:

Ablock

04

Cordipina

03

Isordil

01

Ritmonorn

03

Ablock plus

04

Coreg

04

Isossorbina

01

Rovelan

03

Adalat

03

Co-Renitec

03

Lacipil

03

Seloken

04

Aldazida

03

Corgard

04

Lanitop

07

Selopress

04

Amiodarona

15

Corus-H

02

Lanoxin

07

Selopresszok

04

Amlodipina

03

Cronovera

03

Lasilactona

03

Selozok

04

Amloprax

03

Dicorantil

03

Lasix

03

Sinergen

03

Ancoron

15

Digitaline

07

Lasixlong

03

Sotacor

04

Angiodarona

15

Digitoxina

07

Lomir

03

Splendil

03

Angiolong

03

Digoxina

07

Lopressor

04

Sustrate

01

Angipress

04

Dilacor

04

Lopril-D

03

Syscor

03

Anslovasc

03

Dilacoron

04

Manivasc

03

Taquicord

15

Antitensin

04

Dilaflux

03

Mexitil

03

Tenadren

04

Aprozide

02

Dilatrend

04

Midotens

03

Tenoretic

04

Arelix

02

Diltizen

03

Miocor

15

Tensondin

03

Atenol

04

Diodarone

15

Miodarid

15

Vascase

02

Atenolol

04

Diovan-HCT

02

Miodaron

15

Vasclin

01

Atenoric

04

Ditan

01

Moduretic

03

Vasicor

03

Aténs–H

02

Diurina

03

Monocordil

01

Vasopril Plus

03

Atlansil

15

Diurepina

03

Naprix-D

03

Veracoron

04

Balcor

03

Diurex

03

Natisedine

03

Verapamil

04

Betacard

04

Direuzin

03

Natrilix

02

Viscaldix

04

Betacard Plus

04

Diurisa

03

Neotenol

04

Visken

04

Biconcor

04

Diurix

03

Nicord

03

Zestoretic

02

Biocord

03

Divelol

04

Nifedipina

03

Anatem

04

Burinax

03

Drenol

03

Nifelat

04

 

 

Caltren

03

Esplendil

03

Nitradisc

01

 

 

Cardalin

03

Eupressin-H

02

Nitrecord

03

 

 

Cardilol

04

Fluxil

03

Nitroderm

01

 

 

Cardionorm

04

Furesemida

03

Norvasc

03

 

 

Cardionox

03

Hidrion

03

Oxcord

03

 

 

Cardizem

03

Hidoclortiazid

03

Plenacor

04

 

 

Caverdilol

04

Higroton

03

Pressat

03

 

 

Cincordil

01

Hipress

02

Prinzide

02

 

 

Clorana

03

Hydromet

03

Procamide

03

 

 

Cloratil

03

Hizaar

02

Propanolol

04

 

 

Concor

04

Iguassina

03

Quinicardini

03

 

 

Co-Pressotec

03

Incoril

03

Quinidini

03

 

 

Coradarene

03

Inderal

04

Rebatenia

07

 

 

Codarex

03

Isocord

01

Revange

01

 

 

 

Como é feito ?

- O teste de esforço deverá ser realizado em um local apropriado para o exame (um médico treinado , equipamento adequado e material de emergência, incluindo equipamento para desfibrilação).

- O teste de esforço consiste em submeter o paciente a  um esforço físico crescente  , através da utilização de um ergômetro , que pode ser uma esteira (o mais comum) ou uma bicicleta.Utilizam-se protocolos (programas que determinam a forma de acelerar e/ou inclinar a esteira), de acordo com  as características clínicas do paciente e a finalidade do exame.

- Antes de iniciar o teste de esforço , realiza-se um eletrocardiograma  de repouso e a medida da pressão arterial. A medida que o paciente realiza o esforço físico , é obtido um registro eletrocardiográfico contínuo (gravado no computador), além de medições períodicas da pressão arterial por um auxiliar  .

- Periodicamente , será perguntado ao paciente a respeito de seus sintomas ao esforço , como cansaço ( esse deverá ser quantificado ) , falta de ar , dor no peito , peso nas pernas , tonturas , etc... . Após o término do esforço , realiza-se na recuperação , um novo eletrocardiograma e um nova medida da pressão arterial. 

- Geralmente o objetivo do teste de esforço é fazer com que o paciente atinja pelo menos  85% da freqüencia cardíaca máxima (FCM).A  FCM é obtida pela fórmula 220 - a idade . Por exemplo : um paciente de 40 anos terá uma FCM  teórica de  180  (resultado de 220-40) batimentos por minuto (bpm). Durante o teste ergométrico , este paciente deverá atingir cerca de 153 bpm , ou seja , 85% de 180 bpm.

 - O exame ainda poderá  ser interrompido pela presença de exaustão   física ,   anormalidades graves do eletrocardiograma , aparecimento de angina do peito severa , elevação excessiva da pressão arterial ou outras situações indicativas de risco associadas ao esforço físico .

 

Indicações

- Diagnóstico de doença arterial coronariana,  comprometimento das artérias do coração por placas de gordura ou ateromas , em pessoas com dor  torácica ou não , desde que haja uma suspeita da doença.É importante salientar que o teste de esforço apresenta limitações para o diagnóstico desta doença , pois a sensibilidade ( capacidade do teste de esforço em diagnosticar a doença ) e a especificidade ( correlação do teste de esforço alterado com a presença real da doença  ) são inferiores a 70% e 80%, respectivamente . Logo , existem casos de teste de esforço  falso-positivos ( o teste de esforço   altera , mas não há doença  ) e falso-negativos ( o teste de esforço é normal , mas o paciente apresenta doença ).

-  Avaliar o risco de complicações futuras em pessoas com doença arterial coronariana já conhecida.

-  Após o infarto  do miocárdio  ,  dias após o início do quadro , para avaliar a condição cardíaca do paciente  para o retorno das atividades físicas.

-  Em pessoas assintomáticas que sejam diabéticas , que desejem iniciar um exercício físico vigoroso ou tenham uma profissão que coloque em risco outras pessoas.

-  Em pessoas assintomáticas que desejem realizar atividades físicas competitivas (atletas profissionais). 

-  Em pessoas assintomáticas que desejem realizar exercícios físicos e que tenham fatores de risco para a doença arterial coronariana. 

-  Avaliar a condição cardíaca de algumas pessoas com doenças das válvulas cardíacas.

- Avaliar a condição cardíaca de pacientes que serão submetidos ou que foram  submetidos a uma angioplastia coronariana  ou uma cirurgia de ponte de safena.

- Avaliar a condição cardíaca de pacientes com arritmias e distúrbios de condução elétrica do coração ou que tenham  um marcapasso artificial .

- Como parte integrante de outros exames como a cintilografia de perfusão miocárdica , ecocardiograma de estresse e ergoespirometria .


Riscos

Em geral , o teste ergométrico é um exame muito seguro. Na população geral , a ocorrência de complicações graves (exemplo : infarto do miocárdio ou arritmias cardíacas graves ao esforço) é de cerca de 0,05% , ou seja , uma complicação em cada 2.000 exames . O risco de morte é ainda menor :  uma morte  em cada 10.000 exames (0,01%).

Rua Visconde do Rio Branco, 1335 - Sala 14 - Centro - Curitiba - PR - CEP: 80420-210
Fone (41) 3262-1770 | 3088-7474 - [email protected]
http://www.interface1.com.br